4 de dez de 2011

...

"Só é útil o conhecimento que nos torna melhores."

"A sabedoria é saber o que se deve fazer, a virtude é fazê-lo."

30 de out de 2011

24 DICAS PARA SER FELIZ


01 - Seja ético.


A vitória que vale a pena é a que aumenta sua dignidade e reafirma valores profundos. Pisar nos outros para subir desperta o desejo de vingança.

02 - Estude sempre e muito.

A glória pertence àqueles que têm um trabalho especial para oferecer.
03 - Acredite sempre no amor.

Não fomos feitos para a solidão. Se você está sofrendo por amor, está com a pessoa errada ou amando de uma forma ruim para você. Caso tenha se separado, curta a dor, mas se abra para outro amor.

04 - Seja grato (a) a quem participa de suas conquistas.

O verdadeiro campeão sabe que as vitórias são alimentadas pelo trabalho em equipe. Agradecer é a melhor maneira de deixar os outros motivados.

05 - Eleve suas expectativas.

Pessoas com sonhos grandes obtêm energia para crescer. Os perdedores dizem: "isso não é para nós". Os vencedores pensam em como realizar seu objetivo.

06 - Curta muito a sua companhia.

Casamento dá certo para quem não é dependente.

07 - Tenha metas claras.

A História da Humanidade é cheia de vidas desperdiçadas: amores que não geram relações enriquecedoras, talentos que não levam carreiras ao sucesso, etc. Ter objetivos evita desperdícios de tempo, energia e dinheiro.

08 - Cuide bem do seu corpo.

Alimentação, sono e exercício são fundamentais para uma vida saudável. Seu corpo é seu templo. Gostar da gente deixa as portas abertas para os outros gostarem também.

09 - Declare o seu amor.

Cada vez mais devemos exercer o nosso direito de buscar o que queremos (sobretudo no amor). Mas atenção: elegância e bom senso são fundamentais.

10 - Amplie os seus relacionamentos profissionais.


Os amigos são a melhor referência em crises e a melhor fonte de oportunidades na expansão. Ter bons contatos é essencial em momentos decisivos.

11 - Seja simples.

Retire da sua vida tudo o que lhe dá trabalho e preocupação desnecessários.

12 - Não imite o modelo masculino do sucesso.

Os homens fizeram sucesso a custa de solidão e da restrição aos sentimentos. O preço tem sido alto: infartos e suicídios. Sem dúvida, temos mais a aprender com as mulheres do que elas conosco. Preserve a sensibilidade feminina - é mais natural e mais criativa.

13 - Tenha um orientador.

Viver sem é decidir na neblina, sabendo que o resultado só será conhecido, quando pouco resta a fazer. Procure alguém de confiança, de preferência mais experiente e mais bem sucedido, para lhe orientar nas decisões, caso precise.

14 - Jogue fora o vício da preocupação.

Viver tenso e estressado está virando moda. Parece que ser competente e estar de bem com a vida são coisas incompatíveis. Bobagem... Defina suas metas, conquiste-as e deixe as neuras para quem gosta delas.

15 - O amor é um jogo cooperativo.

Se vocês estão juntos é para jogar no mesmo time.

16 - Tenha amigos vencedores.

Aproxime-se de pessoas com alegria de viver.

17 - Diga adeus a quem não o (a) merece.

Alimentar relacionamentos, que só trazem sofrimento é masoquismo, é atrapalhar sua vida.

18 - Resolva!

A mulher/homem do milênio vai limpar de sua vida as situações e os problemas desnecessários.

19 - Aceite o ritmo do amor.

Assim como ninguém vai empolgadíssimo todos os dias para o trabalho, ninguém está sempre no auge da paixão. Cobrar de si e do outro viver nas nuvens é o começo de muita frustração.

20 - Celebre as vitórias.

Compartilhe o sucesso, mesmo as pequenas conquistas, com pessoas queridas. Grite, chore, encha-se de energia para os desafios seguintes.

21 - Perdoe!

Se você quer continuar com uma pessoa, enterre o passado para viver feliz. Todo mundo erra, a gente também.

22 - Arrisque!

O amor não é para covardes. Quem fica a noite em casa sozinho, só terá que decidir que pizza pedir. E o único risco será o de engordar.

23 - Tenha uma vida espiritual.

Conversar com Deus é o máximo, especialmente para agradecer. Ore antes de dormir. Faz bem ao sono e a alma. Oração e meditação são fontes de inspiração.

24 - Muita Paz, Harmonia e Amor... Sempre!








Roberto Shinyashiki 

26 de out de 2011

PAGINAS DA VIDA...

"Trago lágrimas, sorrisos, histórias, abraços...
trago momentos felizes, momentos de decepção.
Carrego pessoas, amores e desamores,
amigos e inimigos, desafetos, paixões...


Não sou um livro aberto,
mas também não tão fechado que você não consiga abrir,
basta ter jeito, saber trocar as páginas,
uma a uma e descobrirá de que papel é feito cada uma delas... "

25 de out de 2011

PERFIL...

Eu gosto do impossível,
tenho medo do provável,
dou risada do ridículo e choro pq tenho vontade,
mas nem sempre tenho motivo.
Tenho um sorriso confiante as vezes ñ demonstra
o tanto de insegurança por trás dele.
Sou inconstante e talvez imprevisível.
Ñ gosto de rotina. Eu amo de verdade aqueles
pra quem eu digo isso, e me irrito de forma inexplicável
quando ñ botam fé nas minhas palavras.
Nem sempre coloco em prática aquilo q eu julgo certo.
São poucas as pessoas pra quem eu me explico.

Bob Marley

20 de set de 2011

DECIDA-SE...


''[...]Ousado aventureiro,decida de uma vez:
Faça o sino vibrar e aguarde o perigo
Ou acabe louco de tanto pensar:
''Se eu tivesse tocado, o que teria acontecido?''[...]''
Crônicas De Nárnia - C.S Lewis

2 de mai de 2011

SEJA SIMPLESMENTE VOCÊ!

"Muitas vezes abrir mão da eternidade, leva-nos, inevitavelmente, ao sofrimento.
Entrentanto é melhor sentir dor, amor, frustração, ternura, decepção, carinho e cumplicidade, do que passar uma eternidade inteira, sem tê-los.
Hoje decidi fazer algo novo. Decidi ouvir o som abafado do meu sussurro e entender que algumas coisas são inexplicáveis e permanecerão, para sempre, imutáveis.

Meu coração rendeu-se ao silêncio e pude perceber que há também, muitas outras coisas que podem ser lançadas no mar do esquecimento, e esta atitude, mudar, definitivamente a história da minha vida.

Olhei-me atentamente, pela primeira vez e vi-me como realmente sou. Olhei-me sem hipocrisia, sem máscaras, sem desculpas e desnudei-me de mim mesmo.

Meu coração guiou-me a um encontro com a minha humanidade!

Pude perceber que tornar-me humano significa reconhecer que não sou perfeito, que sou passível de errar, que não preciso ter todas as respostas.

Percebi que tenho deficiências, áreas de sombra, desejos ocultos, fraquezas que não podem ser confessadas.

Rasguei-me por dentro ao confrontar-me com minha humanidade.

Percebi que viver no contexto da eternidade siginifica considerar-me infalível, ser cheio de arrogância, achar-me acima do bem e do mal, ser intolerante, julgar as pessoas pelas suas falhas, não ser compassivo, chegar ao extremo na busca pela perfeição.

Que alto preço a se pagar!

Entretanto, não abro mão mais da minha humanidade.

Cometerei erros, terei decepções, sofrerei, mas também serei mais tolerante, menos arrogante, mais compreensivo, e saberei amar, de uma maneira plena, livre de pré-conceitos e preconceitos.

Essa será minha eterna busca: Morrer para mim mesmo e renascer, mais humano, a cada novo dia!"

Autor: Desconhecido

29 de abr de 2011

ESQUECER A DOR...

Acontece que é tudo bem mais fácil quando a gente esquece...


o DIFÍCIO É CONSEGUIR ESQUECER!

"Volta teu rosto sempre na direção do sol,
e então, as sombras ficarão para trás."


QUE VENHA!

"Do que adianta criar mais problemas do que já temos?
Melhor deixar as coisas serem como são.
E mudarem por elas mesmas.

A minha parte eu faço. Sempre.
Então o que tiver que acontecer, o que tiver que vir, virá.
Independente de qualquer coisa.

Seguindo os conselhos do grande Caio Fernando...
Relaxa baby e flui: barquinho na correnteza, Deus dará."


"E tem o seguinte: não vamos enlouquecer, nem nos matar, nem desistir. Pelo contrário: vamos ficar ótimos e incomodar bastante ainda!"

19 de abr de 2011

...

"Fácil é ditar regras
Difícil é segui-las
Ter a noção exata de nossas próprias vidas,
Ao invés de ter noção da vida dos outros
Fácil é perguntar o que deseja saber
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta
Ou querer entender esta resposta
Fácil é dar um beijo
Difícil é entregar a alma
Fácil é sair com varias pessoas ao longo da vida
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar
Como você é e te fazer feliz por inteiro
Fácil é sonhar todas as noites
Difícil é lutar por um sonho"

25 de jan de 2011

COISAS QUE A VIDA NOS ENSINA DEPOIS DOS 40


Quando nós chegarmos aos 40, nós todos saberemos que:
Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você. Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.
O amor... Ah, o amor... O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças.
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente.

(Artur da Távola)

24 de jan de 2011

CARROÇA VAZIA

Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silencio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia .
Perguntei ao meu pai:
Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.
Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grossura inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo, e querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo:
Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...

22 de jan de 2011

ATÉ VOCÊ PASSAR

O que a gente vai fazer com essa paixão
Distraído coração
Eu fiz festa pra esse amor a noite inteira
E amanhece a ilusão.
Nada, sombra e silêncio
Hoje eu vou ficar aqui até você passar.
O que a gente vai fazer com essa paixão
Distraída solidão
Que passeia em frente a minha lua cheia
Sem deixar sombras no chão.
Nada, sombra e silêncio
Eu não vou sair daqui até você passar.
Nenhum sinal, nenhum recado
Hoje é melhor deixar o amor fora do ar
Tudo acontece, eu sei
Tudo se entende
E de repente tudo volta pro lugar.

20 de jan de 2011

QUE SEJA SEMPRE ASSIM...

Que seja sempre assim, o amor que apenas flui, sem cobranças, internas ou externas.
Que seja sempre assim, eterno e intocável, uma lembrança plastificada exposta na estante.
Que seja sempre assim, a tatuagem no lugar invisível, interno, pra sempre a marca e que só haja a dor na memória distante, nada presente.
Que haja sempre a paixão incontida mas inocente, o amor submisso, mas saudável.
Que nunca haja a perfeição infinita, mas a durabilidade etéria dos momentos especiais.
Que se for chorar, que seja de felicidade.
Que se for amar, que seja sem medo.

Transcrito

17 de ago de 2010

Dizer quem eu sou...

"...É curioso como não sei dizer quem sou.
Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer.
Sobretudo tenho medo de dizer
porque no momento em que tento falar
não só não exprimo o que sinto
como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo...”

Clarice Lispector

13 de ago de 2010

FILHOS

"Há um período em que os pais vão ficando órfãos de seus próprios filhos.
É que as crianças crescem independentes de nós, como árvores tagarelas e pássaros estabanados.
Crescem sem pedir licença à vida. Crescem com uma estridência alegre e, às vezes com alardeada arrogância.Mas não crescem todos os dias, de igual maneira, crescem de repente.Um dia sentam-se perto de você no terraço e dizem uma frase com tal maneira que você sente que não pode mais trocar as fraldas daquela criatura. Onde é que andou crescendo aquela danadinha que você não percebeu?
Cadê a pazinha de brincar na areia, as festinhas de aniversário com palhaços e o primeiro uniforme do maternal? A criança está crescendo num ritual de obediência orgânica e desobediência civil. E você está agora ali, na porta da discoteca, esperando que ela não apenas cresça, mas apareça... Ali estão muitos pais ao volante, esperando que eles saiam esfuziantes e cabelos longos, soltos. Entre hambúrgueres e refrigerantes nas esquinas, lá estão nossos filhos com uniforme de sua geração. Esses são os filhos que conseguimos gerar e amar, apesar dos golpes dos ventos, das colheitas, das notícias, e da ditadura das horas.E eles crescem meio amestrados, observando e aprendendo com nossos acertos e erros. Principalmente com os erros que esperamos que não se repitam. Não mais os pegaremos nas portas das discotecas e das festas. Passou o tempo do ballet, do inglês, da natação e do judô. Saíram do banco de trás e passaram para o volante de suas próprias vidas. Deveríamos ter ido mais à cama deles ao anoitecer para ouvirmos sua alma respirando conversas e confidências entre os lençóis da infância, e os adolescentes cobertores daquele quarto cheio de adesivos, posters, agendas coloridas e discos ensurdecedores. Não os levamos suficientemente ao Playcenter, ao shopping, não lhes demos suficientes hamburgueres e refrigerantes, não lhes compramos todos os sorvetes e roupas que gostaríamos de ter comprado. Eles cresceram sem que esgotássemos neles todo o nosso afeto. No princípio iam à casa de praia entre embrulhos, bolachas, engarrafamentos, natais, páscoas, piscinas e amiguinhos. Sim havia as brigas dentro do carro, a disputa pela janela, os pedidos de chicletes e cantorias sem fim. Depois chegou o tempo em que viajar com os pais começou a ser um esforço, um sofrimento, pois era impossível deixar a turma e os primeiros namorados. Os pais ficaram exilados dos filhos. Tinham a solidão que sempre desejaram, mas, de repente, morriam de saudades daquelas "pimentas".
Chega o momento em que só nos resta ficar de longe torcendo e orando muito para que eles acertem nas escolhas em busca da felicidade. E que a conquistem do modo mais completo possível.
O jeito é esperar: qualquer hora podem nos dar netos. O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos e que não pode morrer conosco. Por isso os avós são tão desmesurados e distribuem tão incontrolável carinho. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto.
Por isso é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que eles cresçam."

Transcrito

4 de ago de 2010

AOS MEUS HERÓIS


Faz muito tempo que eu não escrevo nada,
Acho que foi porque a TV ficou ligada
Me esqueci que devo achar uma saída
E usar palavras pra mudar a sua vida.

Quero fazer uma canção mais delicada,
Sem criticar, sem agredir, sem dar pancada,
Mas não consigo concordar com esse sistema
E quero abrir sua cabeça pro meu tema

Que fique claro, a juventude não tem culpa.
É o eletronic fundindo a sua cuca.
Eu também gosto de dançar o pancadão,
Mas é saudável te dar outra opção.

Os meus heróis estão calados nessa hora,
Pois já fizeram e escreveram a sua história.
Devagarinho vou achando meu espaço
E não me esqueço das riquezas do passado.

Eu quero “a benção” de Vinícius de Morais,
O Belchior cantando “como nossos pais”,
E “se eu quiser falar com...” Gil sobre o Flamengo,
“O que será” que o nosso Chico tá escrevendo.

Aquelas “rosas” já “não falam” de Cartola
E do Cazuza “te pegando na escola”.
To com saudades de Jobim com seu piano,
Do Fábio Jr. Com seus “20 e poucos anos”.

Se o Renato teve seu “tempo perdido”,
O Rei Roberto “outra vez” o mais querido.
A “agonia” do Oswaldo Montenegro
Ao ver que a porta já não tem mais nem segredos.

Ter tido a “sorte” de escutar o Taiguara
E “Madalena” de Ivan Lins, beleza rara.
Ver a “morena tropicana” do Alceu,
Marisa Monte me dizendo ”beija eu”
Beija eu, Beija eu Deixa que eu seja eu
Beija eu, beija eu deixa qe eu seja eu

O Zé Rodrix em sua “casa no campo”
Levou Geraldo pra cantar no “dia branco”.
No “chão de giz” do Zé Ramalho eu escrevi
Eu vi Lulu, Benjor, Tim Maia e Rita Lee.

Pedir ao Beto um novo “sol de primavera”,
Ver o Toquinho retocando a “aquarela”,
Ouvir o Milton “lá no clube da esquina”
Cantando ao lado da rainha Elis Regina.

Quero “sem lenço e documento” o Caetano
O Djavan mostrando a cor do “oceano”.
Vou “caminhando e cantando” com o Vandré
E a outra vida, Gonzaguinha, “o que é?”

Atenção DJ faça a sua parte,
Não copie os outros, seja mais “smart”.
Na rádio ou na pista mude a seqüência,
Mexa com as pessoas e com a consciência.

Se você não toca letra inteligente
Fica dominada, limitada a mente.
Faça refletir DJ, não se esqueça,
Mexa o popozão, mas também a cabeça.


Composição: Júlio César Marassi

3 de mai de 2010

MULHER !


Sexo frágil mais do que FORTE, que sabe o que quer e pra onde vai...
Suporta a dor, morre de amor, e é sempre do bem,
Consegue ser LINDA, driblar os problemas, fazer diferença e buscar o melhor.
Na agitação da vida não esquece das datas, de cuidar de uma amiga, de pegar uma cor...
Ligada na moda, antenada com o novo, preocupada com o mundo...
Mulher é assim tão SIMPLES, tão COMPLEXA, tão cheia de si...
Tão inquieta, tão esperta, tão PERFEITA, tão modesta....
Que corre, que chora, que ri, que faz e acontece!
Mulher é assim....ansiosa pela vida, APAIXONADA e intensa, DOCE e SEGURA.
Pronta pra mudar, crescer e a cada dia mais aprender, saber fazer,
ousar, extrapolar e engrandecer essa maravilha que se chama VIVER...


Related Posts with Thumbnails