31 de jul de 2009

A URGÊNCIA DE VIVER


Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito,
num mundo que só nos dá um dia de cada vez,
sem garantia do amanhã.
Enquanto lamentamos que a vida é curta,
agimos como se tivéssemos à nossa disposição
um estoque inesgotável de tempo.

Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para por de lado os rancores que devem ser expulsos,para expressar Gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.


Esperamos demais para sermos generosos, deixando que a demora
diminua a alegria de dar espontaneamente.
Esperamos demais para ser pais de nossos filhos pequenos,
esquecendo quão curto é o tempo em que eles são pequenos,
quão depressa a vida os faz crescer e ir embora.


Esperamos demais para dar carinho
aos nossos pais, irmãos e amigos.
Quem sabe quão logo será tarde demais?



Esperamos demais para ler os livros,ouvir as músicas,
ver os quadros que estão esperando para alargar nossa mente,
enriquecer nosso espírito e expandir nossa alma.


Esperamos demais para enunciar as preces
que estão esperando para atravessar nossos lábios,
para executar as tarefas que estão esperando
para serem cumpridas,
para demonstrar o amor que talvez não seja necessário amanhã.

Esperamos demais nos bastidores,
quando a vida tem um papel para
desempenharmos no palco.

Deus também está esperando.
Esperando pararmos de esperar.

Esperando começarmos a fazer AGORA, tudo aquilo para o que este dia de vida nos foi dado.
Meus amigos é hora de viver!


(Henry Sobel)


ORGULHO E VERGONHA

Orgulho e vergonha.
Quase não dá para saber que são irmãos.
Parecem tão diferentes.
O orgulho estufa o peito. A vergonha abaixa a cabeça.
O orgulho se exibe. A vergonha se esconde.
O orgulho busca ser visto. A vergonha busca passar despercebida.
Mas não se deixe enganar, as duas emoções, fluem da mesma fonte.
E as duas emoções têm o mesmo efeito.
Elas mantêm você longe de seu criador.
O orgulho diz: “Você é bom demais para Ele”
A vergonha diz: “Você é ruim demais para Ele”
O orgulho leva você para longe.
A vergonha mantém você longe.
Se o orgulho é aquilo que vem antes de uma queda,
a vergonha é aquilo que impede você de se levantar após a queda.

25 de jul de 2009

AO CAIR DA NOITE...

Ao cair da noite, quando as estrelas brilhavam,
Quando as finas nuvens varriam o céu,
Quando o ar estava frio,
Quando o mundo se achava quieto,
Assentei-me na grama e pensei
Sobre quem eu era e o que fiz.
E senti medo.
Pensei em meus erros,
Em como feri os sentimentos dos outros,
Em como fui cruel com aqueles a quem amo.
Contemplei as estrelas, procurando algo
E flagrei-me pedindo perdão a Deus.
Assentei-me em silêncio, prestando atenção em tudo
Sem, no entanto, ouvir nada.
Deus me tocou, me ergueu.
Retornei para casa e encontrei um bilhete,
Uma mensagem na porta.
“Eu perdôo a ti, meu filho.
Com amor papai”
° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° °

17 de jul de 2009

OS POEMAS


Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante
em cada par de mão
se partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

(Mario Quintana)

7 de jul de 2009

CERTEZAS

"Não quero alguém que morra de amor por mim...
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...
E que esse momento será inesquecível...
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto".

Mario Quintana

3 de jul de 2009

EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ


° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° °
Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham a você.
Assim como o Oceano, só é belo com o luar
Assim como a Canção, só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem, só acontece se chover
Assim como o poeta, só é bem grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor, não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você!

° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° ° ° ° ♥ ° °
(Vinicius de Morais)

CONFISSÃO

(Mário Quintana)
Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!
Related Posts with Thumbnails